julho 20, 2004

Desculpa, hoje não posso.

Preencher a noite de sexta-feira com televisão não é um cenário muito agradável, mas, por vezes, “razões que nos ultrapassam” obrigam a fazê-lo. Para não causar embaraços, a dois passa pelas 22:30 – hora que desculpa uma saída tardia de casa com “hoje vou jantar mais tarde, depois apareço por lá” - uma das melhores séries-documentários que vi nos últimos tempos: The Private Life of a Masterpiece (A Vida Íntima de uma Obra-Prima). Infelizmente não apanhei os primeiros episódios, mas os dois que entretanto vi bastaram para conciliar a minha vida com o programa ou dar uso ao vídeo. Depois de Les Demoiselles d’Avignon, de Picasso, e de The Great Wave, de Katsushika Hokusai, segue-se nesta sexta La Privamera, de Boticelli. A história, pormenores interessantes, conjunturas, influências e consequências, tudo o que não tivemos tempo para saber nas aulas de História de Arte é desvendado com simplicidade e inteligência na série da BBC.